Início>Atualidade>Nadadores Portugueses em Grande Destaque Este Fim de Semana
nadadores

Nadadores Portugueses em Grande Destaque Este Fim de Semana

Entre 16 e 19 de março os nadadores portugueses estiveram em várias competições pelo mundo, Turquia, Israel e Inglaterra, onde a subida ao pódio foi uma constante.

NATAÇÃO PURA – Miguel Nascimento venceu os 50 livres e Diogo Ribeiro os 100 mariposa no derradeiro dia de competições no International 4th Edirne Cup – Turquia 17 a 19 de março.

Nascimento foi o mais rápido com 22,06 segundos, a sua melhor marca da temporada, à frente do seu colega do Benfica Diogo Ribeiro que terminou com 22,55. O terceiro lugar foi para o turco Sarci Huseyin Sakci com 22,97.

Diogo Ribeiro voltou à piscina para vencer os 100 mariposa com 52,28 segundos, a sua melhor marca da temporada, à frente dos turcos Hosgor Mustafa Alp (54,97) e Cabbar Halit Bora (55,04).

Recorde-se que neste International 4th Edirne Cup – Edirne, Turquia os nadadores portugueses estiveram em plano de destaque durante os três dias de competições. Diogo Ribeiro venceu a final A dos 100 livres e Miguel Nascimento foi segundo. Nos 50 mariposa obtiveram os dois melhores tempos com Diogo Ribeiro a vencer a final A e Nascimento a final B.

Os dois nadadores portugueses terão como próximo grande objetivo o Open de Portugal na Madeira de 30 de março a 2 de abril.

:::

ÁGUAS ABERTAS – Angélica em 2.ª e Mafalda em 8.ª na Taça LEN Open Eilat Israel 2023.  18 de março.

Angélica André em 5.º lugar na classificação geral  (2.ª na Taça LEN) e Mafalda Rosa 11.ª  (8.ª na Taça LEN) nos 10 km da Taça LEN Eilat Israel 2023. Na prova masculina, Tiago Campos foi 28.º (20.º Taça LEN) e Diogo Cardoso 29.º (21.º na Taça LEN). Vitórias da australiana Lea Gubecka e do francês Marc-Antoine Olivier.

Angélica André assegurou o 5.º lugar na geral com 1.54.55,9 horas (2.ª na Taça LEN-Liga Europeia, foto pódio) e Mafalda Rosa concluiu em 11.º com 1.55.15,9 (8.ª na Taça LEN). A competição foi dominada pelas australianas Lea Gubecka e Claire Gough, primeira e segunda com 1.54.02,2 e 1.54.03,7. O pódio foi disputado ao sprinte com a italiana Ginevra Taddeucci a garantir o bronze (1.54.04,4) à frente da australiana Jae Johnson (1.54.05,0). A equipa australiana competia na prova Open, definida pela federação australiana como prova de apuramento para o Mundial.

Na prova masculina, o francês Marc-Antoine Olivier (1.47.56,2) bateu nos derradeiros metros os italianos Domenico Acerenza (1.47.58,5) e Marcelo Guidi (1.48.01,1).

Tiago Campos concluiu em 28.º lugar com 1.50.30,8 horas seguido por Diogo Cardoso, com 1.50.32,4, respectivamente 20.º e 21º na Taça LEN.

Angélica André: «Foi uma boa prova, mas podia ter sido ainda melhor. Cometi dois erros importantes que me impediram de poder acompanhar as australianas no final. Mas resumidamente acabou por ser uma boa prova mostrando a consistência do trabalho.»

Mafalda Rosa: «Estou feliz com o meu resultado, uma vez que foi a primeira prova da época vim com o objetivo de ficar nas 15 primeiras e avaliar a minha forma. Também gostava de expressar a minha felicidade em relação ao resultado da Angélica. Fico super-motivada em saber que Portugal consegue ficar na frente e um dia possivelmente ganhar.»

:::

NATAÇÃO ADAPTADA – Marco Meneses bateu o recorde do mundo dos 50 costas em WPS World Series Great Britain. 16 a 19 de março.

Marco Meneses bateu o recorde do mundo dos 50 costas no decorrer do WPS World Series Great Britain de 16 a 19 de março de 2023, Sheffield (Reino Unido).

O nadador português (S11) venceu a final dos 50 costas com 31,47 segundos (1026 pontos) melhorando o anterior máximo mundial na posse do checo David Kratochvil (31,58).

O nadador do Crasto (categoria S11) ao concluir com 31,47 segundos, foi o nadador mais pontuado na distância com 1026 pontos entre todos os nadadores em competição independentemente da categoria do nível de deficiência. O pódio ficou completo com o brasileiro Araújo dos Santos (S2) com 53,61 (979) e ao japonês Kubota Kota (S8) com 31,11 (894).

Marco Meneses: «Estou muito contente com este recorde do Mundo. Foi um pouco inesperado. Era um recorde difícil de bater por isso estou muito contente do o ter superado. Vamos continuar a treinar para superar mais recordes. No Mundial é tentar alcançar as medalhas.»

Marco Meneses prata nos 100 costas WPS World Series Great Britain

Marco Meneses (S11) terminou ainda em segundo lugar na final 100 costas com recorde nacional (1.08,81 minutos) no WPS World Series Great Britain que decorre de 16 a 19 de março de 2023, Sheffield (Reino Unido). João Fidalgo (S9) assegurou a 21.º posição nos 100 costas com recorde nacional (1.06,86) marca que é mínimos de entrada no projeto Paralímpico Paris 2024, o nadador integrava as esperanças olímpicas.

Meneses concluiu 1.08,81 minutos que corresponde a 922 pontos na tabela de performances. A vitória foi para o britânico Stephen Clegg (S12) com 1.00,23 (990 Pontos). O terceiro lugar foi ocupado pelo brasileiro Araújo dos Santos (S2) com a marca de 2.03,12 (873).

Na participação da seleção de Portugal no WPS World Series Great Britain de 16 a 19 de março de 2023, Sheffield, Reino Unido, destaque para o recorde do mundo de Marco Meneses nos 50 costas, e a medalha de prata nos 100 costas assim como os 16 recordes nacionais obtidos durante os três dias de provas.

A salientar ainda que no final destas participações e em pleno período de contribuição para abertura de quota (a participação nos Jogos Paralímpicos está sempre condicionada pela quota atribuída ao país) Portugal conta já com quatro nadadores com mínimos para a competição máxima: Diogo Cancela, Ivo Rocha, Marco Menezes e Tomás Cordeiro.

Gostou de ler esta notícia faça a sua assinatura, ajude-nos a informar.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.