Início>Atualidade>30 de agosto -Dia Internacional das Vítimas de Desaparecimentos Forçados, Dia da Tomatina e Dia Internacional do Tubarão-Baleia

30 de agosto -Dia Internacional das Vítimas de Desaparecimentos Forçados, Dia da Tomatina e Dia Internacional do Tubarão-Baleia

Efeméride – Dia Internacional das Vítimas de Desaparecimentos Forçados

Este Dia foi proclamado na Resolução 65/209 adotada na Assembleia Geral da ONU de 21 de dezembro de 2010, começando-se a ser celebrada em 2011.

O Dia Internacional das Vítimas de Desaparecimentos Forçados celebra-se anualmente a 30 de agosto, e homenageia todos os que passaram por tais atrocidades, caracterizadas por violência, tortura e medo constante.

Outrora associados às ditaduras militares, os desaparecimentos forçados são hoje cometidos em situações variadas e intrincadas de conflito interno, como um meio de repressão política dos adversários.

Milhares de pessoas foram detidas e encontram-se atualmente presas sem as mínimas condições em lugares ocultos, fora do contacto dos seus familiares.

O apelo feito por entidades como a ONU e a Amnistia Internacional neste dia, é que os países do mundo se juntem para ratificar a Convenção Internacional para a Proteção de Todas as Pessoas contra os Desaparecimentos Forçados, para acabar finalmente com esta brutalidade.

Dia da Tomatina

A origem do Dia da Tomatina remonta a 1945, quando num desfile de gigantones e cabeçudos uns jovens locais começaram a atirar tomates e verduras aos participantes, já que estavam chateados por não participarem também na festa.

Apesar da repressão policial, nos restantes anos o gesto repetiu-se, com os moradores a tirarem tomates das suas casas e tornou-se uma tradição, até que nos anos 80 a Câmara Municipal de Buñol assumiu a organização do Dia de la Tomatina.

As celebrações começam por volta das 10h na Plaza del Pueblo, com a tentativa de alcançar um grande presunto colocado no topo de um poste seboso por parte dos mais aventurosos.

Enquanto isso, as pessoas presentes cantam e dançam e lavam com água no corpo. Mal o presunto cai, a festa caótica está pronta a começar.

É por volta das 11h que se ouve um disparo e que chegam os camiões carregados de tomates, as munições para os participantes, para se dar início à guerra dos tomates.

Os tomates vêm de Estremadura e são cultivados especificamente para este dia, sendo de inferior qualidade e sabor. Gastam-se cerca de 150 mil tomates no Dia da Tomatina. São cerca de 100 toneladas de tomates que pintam tudo e todos de vermelho.

Apesar de todo o caos, existem regras. A lotação foi limitada a 20 mil pessoas e o evento passou a ser organizado por uma empresa privada dada toda a despesa que gerava à Câmara Municipal de Buñol.

Cada participante tem de pagar 10 euros de inscrição, apesar de haverem turistas e locais que participam gratuitamente. Quem quiser subir ao camião para obter melhores resultados no combate tem de pagar 750 euros.  

  • Antes de se atirar um tomate, ele deve ser esmagado, para não se ferir ninguém.  
  • Não se pode levar garrafas e objetos que magoem.
  • Não se pode puxar pelas roupas dos presentes. 
  • Recomenda-se levar óculos de proteção (como os de mergulho) e luvas.
  • Ao segundo tiro a batalha termina.

Depois de uma hora de diversão os bombeiros lavam as ruas e os participantes usam mangueiras dos moradores locais para se lavarem.

Dia Internacional do Tubarão-Baleia

A data surgiu em 2012 com o objetivo de preservar este animal em perigo.

Apesar de poder mergulhar a mais de três mil metros, de medir 16 metros e de pesar 12 toneladas, o tubarão-baleia é vulnerável, sendo muito procurado pelo homem pelas suas barbatanas e carne, que são vendidas a alto preço.

O tubarão-baleia é o maior tubarão e o maior peixe do mundo, com uma boca de cerca de 5 metros, mas que se alimenta apenas de plâncton por filtração.

É um animal inofensivo ao homem e uma atração turística em locais como o Japão. A sua real população é desconhecida e a sua espécie é considerada em perigo. 

No dia de hoje assinalamos também:

Convenção de Sintra

1808 – É assinada a convenção de Sintra, que põe termo à primeira invasão francesa.

Ministério das Obras Públicas, Comércio e Indústria

1852 – É criado o Ministério das Obras Públicas, Comércio e Indústria. António Maria Fontes Pereira de Melo é o ministro nomeado para o novo departamento.

31.º governo republicano

1921 — É nomeado em Portugal o 31.º governo republicano, chefiado pelo presidente do Ministério António Granjo.

Primeiro juiz afro-americano

1967 — Thurgood Marshall é confirmado como o primeiro juiz afro-americano da Suprema Corte dos Estados Unidos.

Independência da Guiné e de Cabo Verde

1974 – É homologado o Acordo de Argel, entre Portugal e o PAIGC. Portugal reconhece a independência da Guiné e de Cabo Verde, proclamada em setembro de 1973 e reconhecida pela ONU.

VI Governo Provisório

1975 – O primeiro-ministro português Vasco Gonçalves é demitido, iniciando-se negociações para a formação do VI Governo Provisório, numa coligação PS-PPD-PCP.

Yasser Arafat,

1982 – O líder da OLP, Yasser Arafat, deixa Beirute, no Líbano, onde mantinha, há mais de dez anos, o quartel-general.

Discovery

1984 – Primeira missão do Discovery.

Mário Soares

1995 – O prémio Príncipe das Astúrias de Cooperação Internacional é atribuído a Mário Soares, Presidente da República.

Tráfico de cocaína

2000 – Lançamento do Plano Colômbia, estabelecido com o Equador, o Brasil e os EUA, para erradicação do tráfico de cocaína.

Timorenses

2001 – Os timorenses elegem, pela primeira vez em plena democracia, um Governo para o seu território. A vitória cabe à Fretilin.

Barril de petróleo

2005 – Barril de petróleo atinge, pela primeira vez, os 70 dólares.

Lei da Imigração

2007 – O Governo aprova o decreto regulamentar do novo Regime Jurídico de Entrada, Permanência, Saída e Afastamento de Cidadãos Estrangeiros de Território Nacional, a chamada Lei da Imigração.

México

2008 – Centenas de milhar de mexicanos saem à rua em mais de 70 cidades para gritar “basta” ao crime organizado e à impunidade dos criminosos, em marchas do movimento “Iluminemos o México” promovidas por todos os estratos sociais do país.

ANA

2012 – O Conselho de Ministros aprova o processo de privatização da ANA – Aeroportos de Portugal, “mediante a alienação das ações representativas de até 100 por cento” do capital social da empresa.

Apple

2016 – A Comissão Europeia conclui que a Irlanda concedeu benefícios fiscais ilegais à Apple, ordenando a Dublin que recupere 13 mil milhões de euros à empresa tecnológica norte-americana por impostos não cobrados entre 2003 e 2014.

TAP

2016 – A Autoridade da Concorrência aprova a operação de concentração na TAP, que ficará assim controlada maioritariamente pelo Estado, detendo 50% da companhia aérea.

Nascimentos

1740 — Joaquim de Santa Clara Brandão, religioso português 

1777 – Nasce a escritora britânica Mary Shelley, autora de “Frankenstein”.

1792 — José Inácio Bettencourt, militar português 

1806 – João Maria Wandenkolk, militar português

1813 – Maria do Carmo de Noronha Camões e Albuquerque, nobre portuguesa.

1843 – António Bandeira Trajano, escritor português

1877 – Elísio de Moura, médico psiquiatra português 

1933 – João José Fraústo da Silva, professor português 

1937 — Bruce McLaren, automobilista neozelandês 

1938 — Henrique de Aguiar Oliveira Rodrigues, médico e intelectual português.

1941 – Luísa Constantina, escultora portuguesa 

1954 — Alexander Lukashenko, político bielorrusso.

1970 – Paulo Sousa, ex-futebolista e treinador de futebol português.

1972 – Cameron Diaz, atriz norte-americana

Falecimentos

1901 — Eduardo Paulo da Silva Prado, jornalista e escritor brasileiro 

2002 – J. Lee Thompson, cineasta britânico

2022 — Mikhail Gorbatchov, político russo

Gostou de ler esta notícia faça a sua assinatura, ajude-nos a informar.