Início>Atualidade>24 de abril – Dia Mundial do Animal de Laboratório, Dia Internacional do Multilateralismo e da Diplomacia para a Paz
animal de laboratório

24 de abril – Dia Mundial do Animal de Laboratório, Dia Internacional do Multilateralismo e da Diplomacia para a Paz

Efeméride – Dia Mundial do Animal de Laboratório

A data foi criada em 1979 pela Sociedade Nacional Anti-Vivissecção (National Anti-Vivisection Society, NAVS), tendo sido escolhido o dia 24 em honra do antigo presidente da sociedade, Hugh Dowding, o primeiro Barão Dowding, nascido neste dia.

O objetivo desta data é dar voz e vida aos animais que são utilizados em testes de laboratório por todo o mundo, sofrendo torturas arcaicas por fins comerciais, industriais, científicos e académicos.

Este dia internacional do animal de laboratório é celebrado com reuniões de associações pela defesa animal, com manifestações contra a utilização de animais em experiências e com a divulgação de listas de marcas que utilizam e que não utilizam animais em experiências e de outros dados relevantes sobre a matéria. As iniciativas têm todas o mesmo fim: acabar com a experimentação animal.

Em Portugal estima-se que sejam usados 35.000 animais por ano em laboratório.

Dia Internacional do Multilateralismo e da Diplomacia para a Paz

O Dia Internacional do Multilateralismo e da Diplomacia para a Paz comemora-se, anualmente, a 24 de abril. Este dia foi implementado através da resolução 73/127 da Assembleia Geral das Nações Unidas, a 12 de dezembro de 2018.

Neste dia, destaca-se o papel do multilateralismo e da diplomacia na consolidação da paz no mundo. Sublinha-se, também, a importância dos três pilares da ONU, nomeadamente o desenvolvimento sustentável, a paz e segurança e os direitos humanos, que estão plasmados na «Carta das Nações Unidas» e nos «Objetivos de Desenvolvimento Sustentável».

No dia de hoje assinalamos também:

Troia

1184 a.C. — Data tradicional da queda de Troia.

The Boston News-Letter

1704 — Publicado o primeiro jornal regular das Treze Colônias em Boston, chamado The Boston News-Letter.

Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos

1800 — Inaugurada a Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos em Washington, DC.

Testemunhas de Jeová

1933 — A Alemanha nazista começa sua perseguição às Testemunhas de Jeová, fechando o escritório da Sociedade Torre de Vigia em Magdeburgo.

Winston Churchill

1953 — Winston Churchill é designado cavaleiro da coroa britânica pela rainha Isabel II do Reino Unido.

Canal de Suez

1957 — Crise de Suez: o canal de Suez é reaberto após a introdução das forças de manutenção da paz da UNEF na região.

Vladimir Komarov 

1967 — O cosmonauta Vladimir Komarov morre na Soyuz 1 quando seu paraquedas não abre. Ele é o primeiro ser humano a morrer durante uma missão espacial.

ONU

1968 — As ilhas Maurícias tornam-se estado-membro da Organização das Nações Unidas.

Papa Bento XVI

2005 — Joseph Ratzinger é entronizado como Papa Bento XVI.

Segunda Terra

2007 — Anunciada por três países (França, Portugal e Suíça) a descoberta de Gliese 581 c, primeiro planeta extrassolar potencialmente habitável, conhecido como Segunda Terra.

 Bangladesh

2013 – Um edifício desaba perto de Daca, Bangladesh, matando 1 129 pessoas e ferindo outras 2 500.

Nascimentos

1581 — Vicente de Paulo, santo francês

1934 – Shirley MacLaine, atriz norte americana

1942 — Barbra Streisand, atriz e cantora norte-americana.

1973 – Mafalda Vilhena, atriz portuguesa.

1985 — Tiago Valente, futebolista português.

1989 — Fábio Faria, futebolista português.

Falecimentos

1112 — Henrique de Borgonha, conde de Portucale 

1917 — Abel Botelho, escritor e diplomata português 

1967 — Vladimir Komarov, cosmonauta soviético

1970 — Cassiano Branco, arquiteto português

1974 — Bud Abbott, ator norte-americano

Gostou de ler esta notícia faça a sua assinatura, ajude-nos a informar.