Início>Atualidade>Contas Públicas Em Rio Maior – 2023
Atualidade Desenvolvimento Económico & Social Freguesias Última Edição

Contas Públicas Em Rio Maior – 2023

Com base na informação do portal da contratação pública, o RM Jornal foi procurar saber o que se passa com as contas públicas em Rio Maior. Assim, pretendemos, mensalmente, informar todos os Riomaiorenses sobre os contratos celebrados.

Do dia 1 ao dia 20 de Janeiro o concelho de Rio Maior tinha celebrado 25 Contratos, no valor total de 2 695 965.42€. As entidades que celebraram estes contratos foram: Câmara Municipal de Rio Maior, EPRM, Desmor, Junta de Freguesia de Rio Maior e o Centro de Convívio e Recreio do Outeiro da Cortiçada.

A CMRM com ajuste direto celebrou contratos no valor de 20 586.7€, com consulta prévia foram no valor de 315 655.79€ e a concurso público chegou aos 2 221 427.16€ devido ás obras para a residência de apoio aos estudantes da ESDRM e à ampliação da creche de Malaqueijo.

Todos os contratos celebrados pela EPRM foram por ajuste direto no valor de 39 270.52€.

Anúncio

A Junta de Freguesia de Rio Maior celebrou um contrato no valor de 6 708€ por ajuste direto para aquisição de kits do programa bebé Rio Maior.

O Centro de Convívio e Recreio do Outeiro da Cortiçada com um valor de 27 393.75€, através de consulta prévia, para aquisição de uma viatura eléctrica ligeira de passageiros para transportes dos utentes.

A Desmor entre contratos por ajuste direto e consulta prévia registou um total de 64 930.5€ de contratação.

No campo do lazer a CMRM vai criar um campo de Basket no valor de 13 000€ e 54 000€ para operações do sistema de bicicletas públicas de Rio Maior. No campo do saneamento irá gastar 241 695.12€, na sua maioria ( 139 095.12€) na manutenção da rede de saneamento do município.

Houve ainda um contrato celebrado pela Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo para fornecimento de energia eléctrica que não tem custos para o Município, pois é um contrato celebrado pela CIMLT em que Rio Maior está integrado.

Alguns destes contratos tem financiamento a fundo perdido de 85% ou mais do valor, como é o caso da residência de estudantes, que é financiada em 92,4% pelo PRR.

Esta residência irá somar a oferta de camas para estudantes, à residência da ESDRM, que viu recentemente aprovado novo financiamento, conforme o RMJORNAL Noticiou.

As entidades contratadas, a quem foram adjudicados os procedimentos, podem ser consultadas no portal da contratação pública.

Em Actualização.

Partilhe esta notícia nas Redes Sociais:

Se acha importante a imprensa regional ajude-nos com a sua assinatura.

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.