Início>Desenvolvimento Económico & Social>A População em Rio Maior – 2021
População: Censos 2021
Desenvolvimento Económico & Social Última Edição

A População em Rio Maior – 2021

O que dizem os Censos 2021 sobre a População em Rio Maior – I

No passado dia 24 de Novembro foram apresentados os resultados definitivos dos Censos 2021, ficamos a saber que Portugal envelheceu tendo o índice de envelhecimento passado de 128 em 2011 para 182 em 2021, em 1960 era de 27,5.

No que diz respeito à população residente, houve um decréscimo de 2% em Portugal Continental, enquanto no distrito de Santarém só o Concelho de Benavente contrariou esta tendência e Rio Maior foi dos concelhos com menor decréscimo de residentes, perdendo quase 1% da população.

No total, o distrito de Santarém viu diminuir a sua população em 28.665 indivíduos, ao passar dos 453.638 residentes em 2011 para os 424.973 em 2021 (-6,3%).

Anúncio

Os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) indicam que, dos 21 municípios do distrito de Santarém, apenas Benavente registou uma subida da população residente, passando de 29.019 para 29.709 habitantes entre 2011 e 2021, o que corresponde a mais 690 residentes e a uma variação de 2,4%.

Os restantes 20 concelhos do distrito de Santarém registaram perda de população residente na última década, com o maior decréscimo percentual a verificar-se na Chamusca, em que o número de habitantes caiu de 10.120, em 2011, para 8.530, em 2021, ou seja, menos 1.590 residentes e uma variação de -15,7%.

O concelho de Santarém, capital do distrito, perdeu 3.090 residentes na última década, passando de 61.752 para 58.662 habitantes entre 2011 e 2021, com uma variação de -5%, continuando a ser o mais populoso do distrito.

O município com menos população residente no distrito de Santarém continua a ser o Sardoal, que passou de 3.939 para 3.513 habitantes na última década (-10,8%), indicam os dados divulgados pelo INE.

Além da Chamusca, entre os municípios com maior decréscimo populacional destacam-se

  • · Coruche, que passou de 19.944 para 17.355 habitantes entre 2011 e 2021, o que representa menos 2.589 residentes e uma variação de -13%,
  •  Abrantes, em que o número de habitantes caiu de 39.325 para 34.329 (-12,7%)
  • Mação, que registou uma descida de 7.338 para 6.402 (-12,8%).
  • Tomar registou a perda de 4.233 residentes, com uma diminuição de 40.677 para 36.413 (-10,5%),
  • Alcanena teve uma descida de 13.868 para 12.472 residentes (-10,1%),
  • Ferreira do Zêzere perdeu 819 habitantes, com um decréscimo de 8.619 para 7.800 (-9,5%)
  • Alpiarça verificou uma quebra de 7.702 para 6.975 residentes (-9,4%).

Com uma variação da população residente superior a -5% entre 2011 e 2021 estão ainda

  • Golegã (que passou de 5.913 residentes para 5.400, -8,7%,),
  • Torres Novas (de 36.717 para 34.111, -7,1%),
  • Constância (de 4.056 para 3.798, -6,4%),
  • Almeirim (de 23.376 para 22.012, -5,8%)
  • Cartaxo (de 24.462 para 23.186, -5,2%).

Com decréscimos inferiores encontram-se

  • Vila Nova da Barquinha (de 7.322 para 7.106, -3%),
  • Ourém (de 45.932 para 44.538, -3%),
  • Salvaterra de Magos (de 22.159 para 21.607, -2,5%),
  • Rio Maior (de 21.192 para 21.004, -0,9%)
  • Entroncamento (de 20.206 para 20.141, -0,3%).

Para que o decréscimo em Rio Maior muito terá contribuído o aumento da população imigrante, que assim contraria não só a diminuição da população como ajuda a combater o envelhecimento.

Continuaremos a analisar a demografia em Rio Maior durante esta semana….

Próximo artigo será sobre as habilitações literárias da população, e estamos em crer que vai deixar o leitor bem surpreeendido.

Se quiser estar a par de todas as notícias subscreva a nossa newsletter

Se acha importante ter acesso a conteúdos noticiosos ajude-nos a mante ro RMjornal assinando-o aqui

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.