Início>Atualidade>Assembleia Municipal Gera Comunicações e Comunicados
Assembleia Municipal
Atualidade Política Última Edição

Assembleia Municipal Gera Comunicações e Comunicados

Em Actualização

Assembleia Municipal causa discórdia

A assembleia municipal do passado Sábado, 17 de Dezembro, onde foi discutido e aprovado o Orçamento para o Ano de 2023, decorreu em clima de crispação entre o PS e PSD.
A Publicação de uma notícia sobre este assunto numa página de internet assinada em nome do Região de Rio Maior, deu até origem a um comunicado do PSD, a criticar o posicionamento deste órgão de comunicação social.

A aprovação do Orçamento deu-se com os votos favoráveis da bancada da coligação Juntos Pelo Futuro, de todos os presidentes de Junta, a abstenção do Partido Socialista, e o voto contra do membro da Assembleia Municipal eleito pela CDU.

Anúncio

A notícia publicada on-line no Região de Rio Maior, não refere a votação favorável dos presidentes de junta eleitos pelo PS, Fráguas, União de Freguesias Arruda dos Pisões e Outeiro da Cortiçada, e de Arrouquelas, facto que irritou o PSD que afirma que o respeitado título do Região de Rio Maior, adquirido por Miguel Paulo, cabeça de Lista pelo PS à Câmara Municipal de Rio Maior, em Fevereiro de 2021 pouco tempo antes das eleições autárquicas tem sido usado para promoção das acções dos vereadores do PS.

No Comunicado, o PSD refere que se tratam de “práticas jornaleiras” que “promovem manobras de folclore dos vereadores do PS”.

O Comunicado do PSD tece comentários sobre os critérios editoriais do Região de Rio Maior, afirmando que se transformou “…um respeitado jornal local e regional, num paupérrimo pasquim, suporte de uma promoção individual encapotada. Lamentamos o duplo desrespeito, quer pelo jornal em si, quer pelo jornalismo de uma forma geral” pode ler-se no comunicado.

A notícia, entretanto corrigida pelo Região de Rio Maior, mencionava a intervenção do vice-presidente Lopes Candoso, sobre uma interpelação de cidadão que ocorreu no período de intervenção do público o que de facto não ocorreu.

A notícia que não estando assinada é da responsabilidade do director do jornal, Rui Andrade, foi portanto a gota que o PSD entendeu necessária para publicamente criticar o que entendem ser o aproveitamento por parte do Região de Rio Maior de um espaço de comunicação social para fins pessoais, facto que já há muito é referido à boca fechada na sociedade riomaiorense.

O RMJornal, aguarda a resposta do director do Região de Rio Maior, e está a tentar igualmente contactar o cidadão João Barbosa para recolher o seu depoimento sobre os motivos que o levaram a usar o direito de intervenção do público, e a criticar veementemente o presidente da junta de Rio Maior e o do Município.

Para além da trica e da chicana política estamos a preparar a análise do Orçamento para 2023, isso sim um aspecto importante de conteúdo noticioso.

Leia assine e divulgue o RMJornal. Ajude a imprensa livre e independente

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.