Início>Atualidade>A minha reação às reacts
Reacts

A minha reação às reacts

Uma tendência que não é propriamente nova mas que já cá está há muito mais tempo do que qualquer um de nós esperaria – as reacts.

Reacts! Olá mais uma vez leitor, como vai esse mesinho de Agosto? Tá quase a acabar por isso aproveite bem os batidos de fruta para curar aquela ressaca diária de mojitos e vodka-redbull, as massagens baratas daquela empregada gira que é explorada durante os 3 meses de Verão em troca de recibos verdes e “experiência curricular”, e as últimas linhas de cocaína em cima da mesa de cabeceira que ainda só não foram consumidas porque o nariz está inchado de uma porrada em albufeira porque um agrobeto lhe entornou cerveja na polo da Ralph Lauren. Miauuuu. 

Agora que já afugentamos as senhoras que vieram por engano a achar que “react” era uma receita para um cocktail exótico, podemos prosseguir com a pouca higienização habitual. 

O que é que me traz aqui hoje? – pergunta quem me lê com toda a pertinência característica de uma pessoa que sabe ler. Hoje, quero vir bater bolas consigo sobre uma tendência que não é propriamente nova mas que já cá está há muito mais tempo do que qualquer um de nós esperaria – as reacts. E o que é uma react ? – perguntam aquelas pessoas que ainda acham que há loiça que é só para decoração. 

Anúncio

Anúncio

Ora bem, uma react é um conteúdo que consiste numa pessoa filmar-se a reagir a algo, seja este algo uma música, um filme, um vídeo, etc. E se já achava que isto era estúpido, depois de explicar o que é por extenso percebo que estúpido é um adjetivo demasiado amigável. 

E sabem o que ainda é mais estúpido? Eu ser completamente viciado em reacts. Verdade, este que vos fala cospe no prato que tanta vez o entretém. E é precisamente por ter consciência do ridículo disto e do quanto eu gosto de ver, que me questiono. Porque é que as pessoas vêm reacts

Para responder a esta questão, foi preciso mais auto-análise do que eu estava à espera. Ou melhor, foi preciso mais auto-análise do que eu estava preparado. Descobri algumas coisas interessantes sobre mim. Claro que, não conseguindo interrogar toda a gente que vê reacts, tive de olhar para mim próprio para perceber o porquê. E depois, partir do particular para o geral. 

Posto isto, posso garantir com 100% de veracidade jornalística que este estudo realizado na universidade mental para repetentes que é a minha cabeça conclui que existem 3 grandes razões para as pessoas verem reacts (NÃO VAI ACREDITAR NA TERCEIRA). 

A primeira, é quando queremos voltar a ver o conteúdo que está a ser reagido. Suponhamos que adoramos um filme de ação, ao vermos uma react a esse filme estamos, de certa forma, a rever os melhores momentos do filme sem ter de perder 2 horas a ver o filme todo. 

A segunda razão, é quando vemos pela pessoa que está a reagir e não propriamente pelo conteúdo reagido. Uma pessoa carismática o suficiente pode conseguir suscitar-nos interesse suficiente para vermos uma react dela. Seja por estarmos à espera de uma piada, um comentário engraçado ou insights mais técnicos sobre o que estamos a ver. Esta última, por exemplo, quando vemos um militar a reagir a cenas de guerra em filmes icónicos, é interessante porque ele oferece um olhar mais técnico e informação adicional que nós não teríamos outra forma de saber. 

A terceira, é a que me interessa mais, porque tem uma natureza egoica. Esta razão, foi a mais difícil de desenterrar. Tive de ir mesmo lá ao fundo da gruta procurar. Ela acontece quando vemos uma react à espera que a pessoa – seja ela mais entendida no assunto que nós ou não – tenha uma reação parecida com a nossa, repare no mesmo detalhe que nós, se emocione nas mesmas partes que nós, chame a atenção para aquele pormenor escondido que nós também reparámos.

No fundo, até nos vídeos que vemos de maneira aparentemente inconsciente estamos à procura de uma palmadinha nas costas. A vida é aprovação, e como eu não tenho nada para fechar isto, digo apenas que aprovo esta mensagem. 

Veja outras crónicas de Bruno Rolo.

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Bruno Rolo
O meu nome é Bruno Rolo, sou licenciado em Marketing Turístico e a minha principal ocupação é trabalhar como responsável de Marketing e Comunicação. Gosto de comédia e tento sempre incorporá-la na minha escrita, ainda que na maioria das vezes fique pelo tentar.