Início>Atualidade>“MEMÓRIA “
Teatro Memória

“MEMÓRIA “

Memória – Teatro Comunitário no Concelho de Rio Maior

“Memória ” é  o título  da peça de teatro Comunitário do projeto “somos Todos um Rio” desenvolvido pela Câmara Municipal de Rio Maior  e a associação “Beleza Teatro ” que esteve em cena nos sábados,  5 e 12 de março no Cineteatro de Rio Maior.

Esta peça, encenada por Rui Germano, fala da historia e lenda da localidade de Arco da Memória,  no Concelho de Rio Maior e transfere-nos para o ambiente do quotidiano da  ida no campo, de ha duas ou três decadas atrás. 

A rotina e esforço  dos trabalhos agricolas,  as mulheres a lavar a roupa em conjunto, as tradições, a  ultura oral através das história e cantigas passadas da geração  mais velha para os mais jovens, tudo isso está refletido nesta encenação que junta atores com alguma experiência  e amadores, zpaixonados pela arte de representar, provando o verdadeiro conceito de teatro comunitario mas mesmo assim com o cunho próprio do encenador Rui Germano. 

Anúncio

Anúncio

A peça alterna momentos de realismo, com a representação  dos afazeres e rotinas diárias,  com  momentos abstratos, capazes de provocar comoção, inquietude ou  incerteza. Tem alguns  momentos de humor, com fantástica caracterização e representação dos atores em palco, dando vida a personagens e cenas facilmente reconhecidos pelo público como estereótipos  e icones da sociedade, sobretudo na epoca de 80 e 90.

“Memória” teve o seu   momento mais elevado quando, no meio da peça, todas as personagens / atores manifestaram, de forma bastante emotiva, o desejo universal pela Paz e repúdio à  atual guerra na Ucrânia, com alusão explicita a este conflito através da projeção de videos com imagens atuais da devastação nesse pais oprimido, dos principais lideres politicos diretamente envolvidos, à mistura com imagens antigas da Segunda Grande Guerra Mundial e de Adolph Hitler, trazendo essa memoria de volta à nossa mente e coração,  seja aos que presenciaram essa época como àqueles que não a presenciaram mas que a aprenderam através da memória da geração anterior.

A memória é o que nos liga enquanto povo, cultura, nação ou até mesmo família. Guardanamos na memória o que aprendemos e o que sentimos, boas e más recordações.

A memória é o que dá sentido ao que somos, fazemos e projetamos fazer a nivel pessoal. Ao niv3l coletivo, a memória devia servir para nos fazer avançar no processo de desenvolvimento humano, sem cair nos mesmos erros do passado, mas nem sempre isso acontece e vemos erros historicos a repetirem-se enquanto a nossa memória se ocupa apenas de factos esporádicos, momentâneos e que nos distraem do que é mais importante.

A peca “Memória ” foi desenvolvida no Arco da Memória, freguesia de Rio Maior, no âmbito do projeto Somos Todos um Rio, projeto de teatro e comunidade alargado ao Municipio de Rio Maior, que se vai estender a outras freguesias do concelho durante dois anos numa parceria entre as juntas de freguesia, o município de Rio Maior e o Beleza Teatro.

O objetivo é desenvolver em cada freguesia um espetáculo que seja o reflexo do sentir de cada comunidade, num projeto inclusivo que pretende contribuir pada a consolidação da rede cultural do concelho, no seu todo, atraves da arte e da partilha de saberes e experiências.

Segundo se sabe a historia e a lenda do Arco da Memoria teve início em 27 de Setembro de 1147 , quando o rei D. Afonso Henriques, vindo de Coimbra em direcção a Santarém, com o objectivo de conquistar o castelo da cidade aos mouros, prometeu doar aos Monges de Cister todas as terras que do local se avistavam e mandar construir um mosteiro, pro essas que cumpriu e por isso o reconheceram como o “Rei de Boa Memoria”.

Esta peca ficará na nossa memória ate que chegue a próxima, pela qual ansiamos. Sem dúvida um excelente trabalho que envolve o Municipio de Rio Maior, entidades culturais e artististicas e a população local.

Saiba mais sobre a programação do cineteatro aqui.

Veja mais artigos de Cultura aqui

Anúncio

Anúncio

Anúncio