Início>Atualidade>O Concurso da Residência de Estudantes ficou deserto?
Residência de Estudantes

O Concurso da Residência de Estudantes ficou deserto?

A Residência de Estudantes da ESDRM

Concurso Público da empreitada para a construção do Edifício da Residência de Estudantes na Escola Superior de Desporto de Rio Maior, do Instituto Politécnico de Santarém, lançado no passado dia 4 de Agosto, com um valor de preço base de 1 526 882,92€ e um prazo de execução de exactamente 365 dias, e cujo prazo terminou no passado dia 14 de Setembro teve nove manifestações de interesse, mas nenhum dos interessados enviou propostas.

A Residência de Estudantes da ESDRM, tem sido uma luta muito grande da actual direcção da ESDRM, e quando tudo fazia prever que o processo fosse entrar na fase final parece ter surgido mais este contratempo.

Anúncio

A Residência de Estudantes terá uma capacidade de 100 camas, e uma área de construção de 2133,35m2, e previa-se a sua conclusão para 2022.

O valor base do preço de construção por metro quadrado, que é estabelecido por portaria anual, manteve o mesmo valor de 2020, e esta poderá ter sido a razão para a proposta ficar deserta, já que parece existir uma tendência da subida de preços.

De qualquer forma, o preço base deste concurso está muito acima do valor médio, 492 € M2 e do valor base 615M2, pelo que é necessário averiguar se foi mesmo este o principal motivo para esta situação.

O RMJornal soube que a Presidência do IP Santarém enviou ao Senhor Ministro da Ciência Tecnologia e Ensino Superior, um ofício, afirmando que segundo um estudo de mercado se estima que o valor padrão, para edifícios semelhantes, seja de cerca de 1200€ M2, e que o preço de mais de 700 euros o Metro Quadrado é insuficiente.

A título de exemplo, o RMJornal soube que a Universidade do Porto lançou um concurso, em Março deste ano, para uma residência de 54 camas, no centro do Porto, onde os preços são substancialmente mais altos que em Rio Maior, no valor de 1 450 mil euros.

Com surpresa do Director da ESDRM, Luís Cid, que não teve conhecimento prévio da publicação, foi publicado o Aviso do Concurso no Diário da República, (Anúncio de Procedimento 12796/2021) ontem, dia 11 de Outubro de 2021, com um valor de 1 550 000 mil euros, (um preço muito longe do valor do ofício enviado à tutela,ver próximo parágrafo) e aberto por um prazo de apenas 20 dias.

Esta situação não deixa de parecer envolta em mistério, porquanto a empreitada a que se refere este segundo concurso parece apenas referir-se à obra em tosco, apurou o RMJORNAL.

Continue a acompanhar esta e outras notícias com o Rio Maior Jornal

Mais notícias sobre a ESDRM aqui

Anúncio

Anúncio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.