Foi no passado dia 19 de agosto que a Tesla realizou o AI Day (Dia da Inteligência Artificial), um evento no qual o CEO da empresa Elon Musk descreveu que pretende que a empresa (Tesla) seja “muito mais que uma empresa de carros elétricos” – disto temos a certeza, tendo em conta o humanoide que a Tesla está a preparar.

Afirma ainda qua a empresa contém “um vasto conhecimento nas áreas de Inteligência Artificial (IA) profunda”, que pode vir a ser utilizada para além de carros autónomos.

Tal como acontece com muitos eventos semelhantes, como o “Battery Day” e o “Autonomy Day”, o evento foi transmitido ao vivo para o canal do YouTube da Tesla. O evento contou com vários minutos de conversa técnica, mas aqui ficam as 4 novidades apresentadas.

Anúncio

O Evento

O evento, como acontece com vários outros, foi apresentado ao vivo no canal do YouTube da Tesla. O evento, que começou após vários minutos de música de estilo industrial, algo parecido com o que ouvimos em “The Matrix”, contou com uma série de engenheiros da Tesla com explicações de várias tecnologias exclusivas da empresa, com o propósito de recrutar novos talentos para a equipa de Inteligência Artificial (IA).

“Há muito para ser feito e é por isso que precisamos de pessoas talentosas para ser juntarem a nós e resolverem problemas”, referiu Elon Musk.

Chip D1 e Dojo

O principal ponto de atração ao evento foi o novo chip de IA, o chip D1, com aplicações na área de IA.

O diretor da Tesla Ganesh Venkataramanan anunciou o chip, denominado D1, desenhado e construído totalmente in-house. A Tesla já faz uso deste chip para fazer funcionar o supercomputador Dojo.

Grande parte da estrutura de IA da Tesla é dependente de Dojo, o supercomputador responsável por treinar redes neurais, que Elon garante ser capaz de processar imagens de câmaras quatro vezes mais rápido que qualquer outro computador.

Créditos: TechCrunch, Tesla

Venkataramanan revelou também um “conjunto de treino” que integra múltiplos chips para obter mais largura de banda e um incrível poder de computação de 9 petaflops por conjunto e 36 terabytes por segundo de largura de banda. Em conjunto, estes conjuntos constituem o supercomputador Dojo.

Este artigo da Electrek contém mais informação sobre esta matéria.

Humanoide da Tesla

“O humanoide vai ser real”, referiu Elon Musk.

Créditos: TechCrunch, Tesla

Já no final do evento, mesmo antes do Q&A, ninguém esperava um alien a dançar em palco, vestido com um fato branco com uma máscara preta. Afinal, isto não era uma distração, mas sim um novo projeto da Tesla, o Tesla Bot, um humanoide.

Quando se fala da aplicação da IA fora do ramo automóvel ninguém esperava que Musk falasse de escravos robôs – sim, um mundo que Elon fantasia onde o trabalho leve do ser humano pode ser realizado por um destes humanoides.

Elon Musk passou a referir as principais vantagens do novo projeto, e apresentou ainda as especificações, como altura, capacidade de carga, velocidade e muito mais.

Humanoide da Tesla
Créditos: TechCrunch, Tesla

“É suposto ser amigável, claro, e circular num mundo criado para humanos”, disse Musk. “Estamos a desenhá-lo para que, a nível mecânico e físico, seja possível fugir dele”.

Porque estamos todos com medo de um exército de humanoides que estão fartos da sua forma de vida, certo?

É já esperado uma versão inicial do humanoide para o próximo ano. Este projeto vem demonstrar uma forma de aplicação dos conhecimentos de IA da Tesla num ramo diferente.

Saiba mais sobre este projeto no site TechCrunch.

Só faltou Elon Musk referir se a versão final do Tesla Bot seria capaz de dançar?

Assistir

Pode assistir à transmissão em direto de todo o evento abaixo.

Para mais artigos sobre a matéria de tecnologias, mantenha-se atento à categoria de Tecnologia.

Anúncio

Anúncio

Afonso Santos
Estudante de Sistemas de Informação que aprecia escrever sobre conteúdo técnico, tecnologia e exploração espacial. É autor e participante em projetos de programação de código aberto.
https://afonsosantos.me

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.